Nossa Black Kitchen





Escada agora discreta ao fundo

Amo esse painel de livros de receitas e temperos


Quando decidi abrir esse formato de blog, contando mais do que os ambientes, mas também, a história dos lugares e das pessoas que lá vivem, foi obvio para mim que a primeira historia a ser contada, seria da nossa família e da nossa reforma.


Porém, ao olhar meus arquivos, me deparei com uma barreira: “Mal fotografei a minha obra e os resultados incríveis dela!!”. Que deslize enorme! Tenho alguns renders do projeto, porém as fotos dos ambientes são “maomeno” tiradas quando decidimos alugar a casa!


Erro meu, mas em compensação, reuni fotos pessoais de momentos e é com essas fotos e essas histórias que começo hoje!


Quando mudei para essa casa, Marcus já nela vivia, eu não trabalhava com interiores, fazia Relações Públicas na faculdade, porém, já vi algumas coisas que me incomodavam e logo já fizemos algumas mudanças na sala, tirando um bar, por exemplo, que lá tinha. Era uma casa muito aconchegante, porém antiga e seu estilo indicava claramente sua idade.


Quando cursei Design de Interiores, logo fiz um projeto para ela que focava especialmente na cozinha. Nós dois adoramos cozinhar e a cozinha era o espaço que mais me incomodava na casa (o banheiro também, mas deixaremos para outro post). Anos depois (um cachorro, casamento e filhos), a reforma voltou a nossas cabeça, mas dessa vez o intuito era outro: “decidimos nos mudar dali e a casa antiga não estava atraindo atenção, a reforma voltou como uma ideia que reunia a valorização do imóvel, porém nosso conforto, já que poderia ainda levar um tempo para isso acontecer de fato!”


As mudanças aconteceram enquanto eu esperava minha segunda filha que veio a nascer um mês depois que a casa ficou pronta! E com certeza a cozinha era nosso espaço de encontro!

Abrimos para a sala, foi perfeito com as crianças já que podíamos vê-los mesmo cozinhando!


O desafio foi o formato, já que ela tinha muitos recortes e uma escada grande no meio da cozinha (levava à área de serviço). No fim quebramos a escada consistente de alvenaria e fizemos uma vazada de serralheria e madeira que ficou até um charme.


Nessa área, acabei por colocar a área de trabalho, forno, fogão (na bancada) e geladeira perto, a pia ficou mais ao fundo junto com uma área de organização. Outro objetivo meu era tirar a despensa (onde precisávamos guardar as comidas) da área de serviço. Era ruim ter que subir a tal escada para pegar alguma coisa quando cozinhávamos, então não podia faltar armário!

O espaço tinha muitas janelas, antes de madeira, mas decidimos pintar por conta da modernização, então me dava liberdade de usar o preto nos armários, tinham três tipos de textura (que variavam entre fosco e brilhante), além do granito preto da pia. Para quebrar os armários mais escuros, optamos por usar o laranja em baixo da bancada e ladrilhos em uma parte da parede.


Fora isso o balcão de madeira da uma aquecida também, sem contar o mural para livros e temperos que foi uma solução para integrar os recortes todos da cozinha!


Adoro esse espaço, e você!? Quer ter um espaço assim também!? Entra em contato com a gente!


beijos

Lily


PS: as duas primeiras fotos do grid são de uma fotografa maravilhosa Noelle Lourenzo

0 visualização

A. Brand Design Contato:

Porto - Portugal

+351 91 319 3515

abrandinteriordesign@gmail.com 

Mídias Sociais A. Brand:
  • Pinterest
  • Instagram
  • Facebook